Tag-Archive for » Adicionar nova tag «

Thursday, September 30th, 2010 | Author:

“As vidas que eu vivi nesta vida”

 

Sim, estávamos na “capitá” Rio de Janeiro e lá já estava começando uma nova esperiência de vida para mim.

Logo que descemos a escada mole do navio, Mole porque parecia que a corda que minha mãe estendia as roupas em dia de vento; Uma mulher muito magra vestindo uma roupa muito apertada no corpo onde deixava transparecer os ossos da parte frontal da bacia, com um topete que parecia que iria decolar de tão alto que era, juntamente com o oposto, um homem muito gordo e calvo, veio diretamente para nós , e para meu desespero, a primeira pessoa que ela atacou foi a mim.

Eu não sabia o que estava acontecendo, porém não me desesperei muito quando notei que minha mãe, minha irmã e minha tia não pediam a ajuda do meu pai., que diga-se de passagem, era bem forte para defender-nos caso fosse realmente um ataque.

Não precisavam de ajuda porque aquilo que eu pensei ser um ataque era o entusiasmo de ver-nos e poder abraçar-nos.

Na realidade, para todos, foi uma festa, menos para mim. Foi algo que eu não conseguia explicar. Todos pareciam estar felizes, mas choravam!… E eu pensava que a gente só choraria por sentir dor ou fome. E ai eu comecei a chorar também. Porém, de angústia e dor, pois não somente o antebraço da mulher magra atacou as feridas em minha nuca, como também me apertou tanto que meu nariz foi amassado contra o peito dela ( Entenda-se como peito, a parte toraxica que seria por muitos chamado de seios, e isto!… ela não tinha) e aí, nesse momento, eu pensei que iria deixar de existir.

Logo depois que o ataque dela acabou, ela me passou o ataque para o homem gordo, que apertou tão forte minhas bochechas, que quando ele parou o ataque às minhas bochechas, eu chorei mais convulsivamente e, foi um problema para minha mãe, que não conseguia fazer-me para de chorar. Todos pensavam que era por causa da emoção, ou mêdo do novo mundo, ou das novas criaturas com quem íriamos viver por um bom tempo. Ninguém chegava a imaginar que eu chorava, era mesmo de dor!

Naquele momento eu pensei: … que bom seria se meu vermelhinho barulhento estivesse ali, porque eu começaria a velocipar e com o barulho e, eles como sempre acontecia, me mandariam para longe daquelas feras!…

Aquela mulher magra que me atacou, juntamente com o homem gordo, era minha tia madrinha, e o homem gordo, o marinheiro, era meu padrinho!… Ah!… que ironia, ter dois parentes que me maltratavam, como se fossem meus inimigos. Isto sim, foi uma faceta diferente da uma das vidas que eu vivi.

A minha tia que viajara com a gente, logo depois que a feras me soltaram e minha mãe acalentou-me, fazendo-me parar de chorar, me pegou e me protegeu dos atacantes. Das Feras é claro!.

Imagino que ao falar anteriormente, que minha tia Naiza (embora o nome real fosse Nair) pois assim a chamavam,   que conseguia muitas vezes aquelas bandas de pão com manteiga e também levar-me ao convés, por causa da amizade que ela fizera com alguns marinheiros, muitos devem ter pensado que, na pior da hipoteses, ela estava se oferecendo as necessidades fisicas daqueles homens do mar. Que passavam muito tempo sem ver o sexo oposto tão próximo e aparentemente tão disponível, creio que feiura, ali, não seria levado em conta.

Embora os atrativos físicos de minha tia Naiza não fosem motivo para travar as investidas dos marinheiros, pois como já disse ela não possuia tais atrativos, gostaria de esclarecer que ela casou algum tempo depois já com 45 anos e,  segundo minha mãe, ela era ainda virgem, porque na época minha mãe teve de levá-la ao médico para que fosse dado um atestado de virgindade, porque o portugues interessado nela, assim o exigiu.

Depois que entendi melhor a vida , fiquei muitas vezes analisando a exigência do português, em ter certeza através de um atestado médico, que de que iria casar com uma virgem. Será que êle não sabia que as mãos, a boca e as cochas poderiam não ser mais virgem?!… Uma coisa é “certa” ela era virgem sim, pois nunca houvera sido “ casada  antes.

Depois dos abraços, apertos e choro, saímos do porto e, ai sim minha mente tornou-se mais acesa, porque eu precisava ver por onde iríamos para saber voltar, caso tivesse que fugir sòzinho para junto do meu vermelhinho barulhento, esquecendo completamente que necessitaria do navio, do lotação e da carroça para levar-me de volta àquela vida que eu vivi.

 – Agora sim, estava em território inimigo… que Deus me ajudasse!…

 

 

Não percam na próxima semana o terceiro capitulo das vidas que eu vivi nesta vida.

Friday, July 16th, 2010 | Author:

A melhor lição, é o exemplo.

 

Dentre os momentos que vivi nas vidas que eu vivi nesta vida, gostaria de trazer a voces um momento muito importante, não sòmente para mim,  como pai, mas também para meu filho mais velho, que aos 13 anos, praticante de natação no time da escola em que frequentava (Lincoln Highschool em Brooklyn, N.Y.) durante um acampamento em highpoint, upstate New York, onde o Rio delawer divide o Estado de New York e New Jersey,  me convidou, mais dizendo desafiou,  para juntos atravessarmos o rio nadando.

Eu disse para ele: Aqui o Rio é muito largo e  a correnteza bem forte, porque não subimos rio acima e iniciamos nossa travessia lá?!

Ele, porém, como todo jovem que pensa, saber tudo, disse: Que nada pai!…, vamos começar aqui mesmo. Embora sabendo que existia uma cachoeira mais abaixo, concordei e mergulhamos. A travessia ia indo muito bem até que alcançamos a correnteza que começou a arrastar-nos, tornando dificultoso alcançar o outro lado.

Em um determinado momento, ele disse: Pai!.. acho que não vou conseguir, me ajude!… Eu comecei a nadar de costas esticando minha mão para que ele pudesse alcançar-me, porém, sempre que ele chegava perto de mim, eu  acelerava minhas braçadas e com isso, ele, no desespero, querendo alcançar-me, também colocava mais vigor nas braçadas, sempre querendo alcançar meus braços para a ajuda que me pediu.

Despois de muito esforço, ele, sempre tentando alcançar-me, chegamos ao outro lado.

Aí sim começou a esboçar seus sentimentos frustados, chorando e reclamando, dizendo que eu não o ajudara, que eu não gostava dele e não tentei salvá-lo.

Ai então, sem estar ofengante como ele, perguntei: Em algum momento estive longe de voce?  Ele não respondeu!… Voltei a perguntar: Em algum momento eu estive longe de voce?

Finalmente depois de uma reflexão, respondeu: NÃO!…  Foi um  “NÃO” Cheio de esclamações, interrogações e sentimentos feridos.

Complementei então: Eu foi jogador de “waterpolo”, eu sei manter-me em cima d’água por muito tempo e nado muito bem;  amo voce e jamais permitiria nada acontecer a voce!…

Mas quis mostrar-lhe que voce não precisou de minha ajuda, que voce é capaz, porque voce alcançou o outro lado do rio sòzinho.

Abracei-o e juntos choramos. Choramos, Ele por haver descoberto que era mais capaz do que imaginava e que eu realmente o amava. E eu por minha vez, chorei a vitoria de ser um Pai, Um pai que agradecia a Deus pela oportunidade de poder haver dado um grande exemplo ao filho. Ao filho que hoje ocupa uma posição de destaque na Marinha americana e que já esteve na guerra do Iraque duas vez e um ano no afaganistão defendendo os interesses de seu Paiz pela paz.

Sim, defendendo pela paz, porque para aqueles que não sabem; “O propósito da guerra é a Paz”.

 

Jimmy Albuquerque

Friday, June 04th, 2010 | Author:

 

Será que voce entende que eu quero comer o que quero e quando eu quero? Será que voce entende que eu tenho o direito de perder o controle quando eu quizer? Será que voce entende que se eu estravazar é porque tenho esse direito? Será que voce entende que meu descanço a mim, pretence? Será que voce entende que eu quero viver da minha maneira? Será que voce entende que eu não quero mudar? Será que voce entende que meus hábitos são perfeitos? Será que voce entende que eu não quero que se intrometa na minha vida? Será que voce entende que sou pessimista porque eu quero ser? Será  que voce entende que não gosto de trabalhar? Será que voce entende que eu não gosto de acordar cedo? Será que voce entende que eu não quero mudar minha forma de viver? Será que voce entende que o asseio não faz parte do meu cotidiano? Será que voce entende que eu quero tudo e não quero fazer por onde? Será que voce entende que sinto frio porque não gosto de usar casaco? Será que voce entende que eu gosto de me meter na vida dos outros, mas não quero que se envolvam na minha? Será que voce entende que eu quero que me ajude no que eu preciso mas não quero ajudar ninguém? Será que voce entende que me julgo o mais sagás dos seres? Será que voce entende que eu não gosto de ariscar? Será que voce entende que eu tenho o direito de odiar? Será que voce entende que posso gritar com quem eu quizer? Será que voce entende que eu não acredito que existe um Criador? Será que voce entende que eu não sei orar ou meditar e tão pouco importo-me com isso?

Será que voce entende que eu não tenho pena de quem sofre? Será que voce entende porque eu nunca perdoei ninguém? Será que voce entende que eu só gosto de mim; E de ninguém mais? Será que voce entende que eu não entendo nem tolero pessoas calmas?  

Será que voce entende que eu não gosto de ler porque eu já sei tudo que preciso saber? Será que voce entende que eu não dou valor a essa vida que levo? Será que voce entende que sou prepotente porque tenho que ser? Será que voce entende que os amigos não existem para mim? Será que voce entende que não preciso ser fiel a ninguém? Será que voce entende que gosto de criticar a todos?

Será que voce entende que eu não vejo nenhum propósito para estar vivo? Será que voce entende que eu posso descontrolar-me quando eu quizer? Será que voce entende, que voce, assim como os demais, nunca me entendem?

Será que voce entende que sou feliz com minha infelicidade? Será que voce entende que eu preciso que voce saiba aceitar-me como eu sou, não como voce gostaria que eu fosse?  Será que voce entende que eu sou mais eu, porque não quero amar?

Ah!… Se voce entendesse tudo isso!!… Mas voce não entende nada mesmo!…Voce só entende uma coisa: Que sou um imbecil por natureza!…

 

                                                                                         Jimmy Albuquerque

Saturday, May 29th, 2010 | Author:

Embora a felicidade não seja constante,

o importante é poder dizer todos os dias:

Hoje eu serei feliz.  

Não permitirei a ninguém tomar

esta minha posição na vida.

Porque assim, faremos com que ela,

faça-se presente, com mais intensidade e com

menos intervalo de tempo.

 

 

 

 

 

 

Friday, April 09th, 2010 | Author:

Se passamos dias pensando que a economia está ruim e que nada vai melhorar, tudo vai ficar pior e se nos mantivermos neste marasmo  de pensamentos negativos,   com certeza tudo ficará da forma que pensarmos, ou pior.

Mas se formos atacantes, lutando para melhorar, diferenciando nossa situação em relação ao que se apresenta,  buscando alternativas, diferente de  todos  afetados pela mesma crise, seremos, não somente sobreviventes, mas vencedores porque Deus ajuda aqueles que não se rendem. Deus diz: faça por onde que eu te ajudarei.

Está na hora de parar de chorar, de se lamentar de reclamar e culpar os outros pelas circunstâncas pelas quais se está passando. Circunstâncias nós criamos e isto a vida nos ensina;  As pessoas em sua maioria, culpam as circunstâncias por seus infortúnios, simplesmente pensando: Se eu houvesse nascido de uma familia rica eu não estaria nesta situação, se eu houvesse ganho na loteria não estaria aqui agora. Não é o dinheiro da familia ou o ganho na loteria que faria voce estar em melhor situação, mas sim a forma de pensar e suas atitudes, porque existem pessoas que herdaram muito dinheiro mas não souberam fazer uso dele corretamente assim como aqueles que ganharam na loteria!… Qual deles realmente continuam ricos hoje? Somente uma minoria o resto perdeu tudo que ganhou.

Me lembro do caso de um pessimista que estava com gripe e quando lhe perguntaram a quanto tempo ele estava doente, ele respondeu dizendo que: Em 3 semanas iria fazer um mês. Com certeza e possìvelmente, a enferminadde dele poderá durar mais do que o mês que ele determinou.

Deus, nos colocou da seguinte forma:  Nos tornaremos naquilo que acreditarmos.

Se acreditarmos que sempre seremos gordos,  gordos sempre seremos, mas se determinarmos perder peso e trabalharmos para isso com força de vontade, conseguiremos emagradecer. Se acharmos que nunca vamos deixar de fumar, estaremos fumando para sempre. Se acreditarmos que somos feios; Feios seremos, não somente para nós mesmos, como o seremos para os outros.

Certa vez, quando ainda muito jovem participei de um acampamento  e quando cheguei ao acampamento, vi junto aos outros jovens  uma garota muito feia e nem tentei me aproximar dela. Porém no decorrer do dia ela veio a mim, apresentou-se dizendo: Meu nome é Iris e com uma delicadeza indiscutível, pediu-me para abrir uma lata de goiabada. Me coloquei a executar o pedido e meio sem graça brinquei com ela, dizendo  que o doce a faria engordar e  ela com um sorriso no rosto, diga-se de passagem,!…Um lindo sorriso, disse que ela sabia regrar sua alimentação e quase não comia doce, mas se comece, comeria bem pouco. Achei interessante a colocação de sua determinação e a medida que continuamos o diálogo, fui descobrindo que ela possuia um espírito muito elevado e que era agradável conversar com ela. Resumindo, ela graduou-se em hotelaria foi trabalhar em um grande hotel na Praia de copacabana conheceu o vice presidente do Chase Bank que encontrou nela  altivez, seriedade e alegria, que era sua procura. Hoje continua casada com netos e não somente foi feliz mas continua sendo. À minha querida amiga Iris, deixo aqui meus agradecimentos por haver-me ensinado que Deus sempre encontra alternativas para nossos problemas, cabe a nós próprios  termos boas atitudes e tomar a iniciativa de ser feliz, Deus faz o resto.

Nossos pensamentos determinarão os limites para nossa vida. Precisamos programar nossa vida como programamos um computador, sempre com fé nos pensamentos positivos.

Pela manhã, quando acordarmos, devemos dizer logo de imediato: Hoje será um grande dia. Hoje eu começo uma nova vida. De conquistas, porque Deus está no comando de minha carruagem levando-me para onde eu quero ir. Está comigo e me ajudará na execução de minhas ações.

Vamos olhar desta forma: Os pensamentos de derrota e de fracasso são negativos.

Quando determinamos que venceremos estamos programando nossa mente para a vitória e com a execução das ações necessárias ultrapassaremos todos obstáculos que venham a  aparecer.  Lembre-se de que Deus é quem está no comando!

                                                                                                       Jimmy Albuquerque

Monday, March 29th, 2010 | Author:

 

As pessoas erram porque criam

 

realidades errôneas e errôneamente,

 

vivem essas realidades pensando sempre

 

que estão certas e este é o único êrro

 

que eu vejo na humanidade.

 

 

Tuesday, March 09th, 2010 | Author:

 

Nos momentos mais dificeis, um “posso ajudar” alivia o extress, as adrenalinas vagam num espaço maior e a sensação de sufoco chega até a desaparecer.

Uma pessoa amiga que sabe participar, ajudar quando é necessário, que sabe trazer conforto aquele que num momento de desespero ou de angustia ou até mesmo de tédio  espera que o céu venha em seu socorro.

Quanta pessoas, casadas, solteias ou!… bem!… juntadas,  desconhecem a importancia de um simples “posso ajudar?” Mesmo que seja uma simples frase, esta frase tem um poder incrível na vida daquele que num momento difícil recebe as vibrações das palavras. Posso ajudar?

Saber ajudar, saber participar, saber contribuir para que uma pessoa tenha suas dificuldades aliviadas, Não é qualquer um que tem essa capacidade.

As pessoas que realmente  sabem ajudar, em qualquer momento estão dispostas e fazem. Muitas outras, embora digam que tem a capacidade de querer ajudar se distânciam quando uma simples coisa se faz necessário a outrem.  Fazer-se presente quando necessário.

Uma simples mãozinha na hora certa mostra a capacidade de ajuda de uma pessoa.

Quantas vêzes vemos pessoas fazendo simplesmente nada e muito embora vendo

alguém necessitando de ajuda, simplesmente olha e não se coloca a disposição com um simples “posso ajudar?

A simples prática de executar trabalhos dentro da própria casa, ajuda a desenvolver o intuito de ajuda e com a prática outros momentos virão onde a ajuda far-se-á presente sem que seja solicitada.

A verdadeira ajuda é aquela em que damos de nós sem que nos seja solicitado o auxílio.

Segundo as leis divinas, Deus não quer saber se você teve muito, se conquistou riquesas, mas vai querer sem  dúvida perguntar quem foi beneficiado com suas posses, quem você acolheu  quando precisou.

Um simples, “Posso ajudar?”   Pode mudar uma pessoa e se isto pode acontecer, porque não ser você a  dizer na primeira oportunidade: 

Posso ajudar?

                                                                                                             Jimmy Albuquerque

 

 

Thursday, January 14th, 2010 | Author:

Se passamos dias pensando que a economia esta ruim e que nada vai melhorar, tudo vai ficar pior e se nos mantivermos neste marasmo  de pensamentos negativos,   com certeza tudo ficará da forma que pensarmos ou pior.

Mas se formos atacantes, lutando para melhorar, diferenciando nossa situação em relação ao que se apresenta,  buscando alternativas, diferente de  todos  afetados pela mesma crise, seremos, não somente sobreviventes, mas vencedores porque Deus ajuda aqueles que não se rendem. Deus diz: faça por onde que eu te ajudarei.

Está na hora de parar de chorar, de se lamentar de reclamar e culpar os outros pelas circunstâncas pelas quais se está passando. Circunstâncias nós criamos e isto a vida nos ensina;  As pessoas em sua maioria, culpam as circusntâncias por seus infortúnios, simplesmente pensando: Se eu houvess nascido de uma familia rica eu não estaria neste situação, se eu houvessa ganho na loteria não estaria aqui agora. Não é o dinheiro da familia ou  ganho na loteria que faria voce estar em melhor situação mas sim a forma de pensar e suas atitudes, porque existem pessoas que herdaram muito dinheiro mas não souberam fazer uso dele corretamente assim como aqueles que ganharam na loteria. Qual deles realmente continuam ricos hoje? Somente uma minoria o resto perdeu tudo que ganhou.

Me lembro do caso de um pessimista que estava com gripe e quando lhe perguntaram a quanto tempo ele estava doente, ele respondeu dizendo que: em 3 semanas iria fazer um mês. Com certeza e possìvelmente a enferminadde dele poderá durar mais do que o mês que ele determinou.

Jesus nos colocou da seguinte forma:  Nos tornamos naquilo que acreditamos.

Se acreditarmos que sempre seremos gordos,  gordos sempre seremos, mas se determinarmos perder peso e trabalharmos para isso com força de vontade, conseguiremos emagradecer. Se acharmos que nunca vamos deixar de fumar, estaremos fumando para sempre. Se acreditarmos que somos feios, feios seremos não somente para nós mesmos como o seremos para os outros.

Certa vez, quando ainda muito jovem participei de um acampamento  e quando cheguei ao acampamento, vi junto aos outros jovens  uma garota muito feia e nem tentei me aproximar dela. Porém no decorrer do dia ela veio a mim, apresentou-se dizendo: Meu nome é Iris e com uma delicadeza indiscutível, pediu-me para abrir uma lata de goiabada. Me coloquei a executar o pedido e meio sem graça brinquei com ela dizendo  que o doce a faria engordar e  ela com um sorriso no rosto, diga-se de passagem,!…Um lindo sorriso, disse que ela sabia regrar sua alimentação e quase não comia doce, mas se comece, comeria bem pouco. Achei interessante a colocação de sua determinação e a medida que continuamos o dialogo fui descobrindo que ela possuia um espírito muito elevado e que era agradável conversar com ela. Resumindo, ela graduou-se em hotelaria foi trabalhar em um grande hotel na Praia de copacabana conheceu o vice presidente do Chase Bank que encontrou nela  altivez, seriedade e alegria, que era sua procura. Hoje continua casada com netos e não somente foi feliz mas continua sendo. À minha querida amiga Iris, deixo aqui meus agradecimentos por haver-me ensinado que Deus sempre encontra alternativas para nossos problemas, cabe a nós próprios  termos boas atitudes e tomar a iniciativa de ser feliz, Deus faz o resto.

Nossos pensamentos determinarão os limites para nossa vida. Precisamos programar nossa vida como programamos um computador, sempre com fé nos pensamentos positivos.

Pela manhã, quando acordarmos, devemos dizer logo de imediato: Hoje será um grande dia. Hoje eu começo uma nova vida. De conquistas, porque Deus está no comando de minha carruagem levando-me para onde eu quero ir. Está comigo e me ajudará na execução de minhas ações.

Vamos olhar desta forma: Os pensamentos de derrota e de fracasso são negativos.

Quando determinamos que venceremos estamos programando nossa mente para a vitória a com a execução das ações necessárias ultrapassaremos todos obstáculos que venham a  aparecer.  Lembre-se de que Deus é quem está no comando!

 Jimmy Albuquerque

Thursday, December 31st, 2009 | Author:

  

Dezembro chegou e com ele vem as motivações para festas Natalinas, dar e receber presentes.  Com o Natal aparecem novas  esperanças  para um novo ano cheio de modificações, de crescimento e conquistas.

Durante este mês vamos imaginando que logo após as festas teremos que melhorar nossa vida, teremos que fazer novos pedidos, teremos que  formular novas diretrizes, teremos que fazer  diferente para que o sucesso venha a fazer-se presente e a felicidade possa justificar nossa vida nesta aldeia terrena  para onde viemos e de onde sairemos da mesma forma, sem nada. Somente com a evolução espiritual.

Normalmente a esperança criada em nossa mente está baseada, em muito, nas mudanças que outros farão. Esperamos que o Governo Modifique o sistema para melhorar a economia, esperamos que o patrão nos dê um aumento de salário, esperamos que nosso filho ou nossa filha melhore na forma de tratar, esperamos que o vizinho o qual não gostamos se mude, esperamos que!… esperamos que!… esperamos  que!… Vamos constantemente esperando, sem que nós mesmo, não façamos as mundaças necessárias.

O empregado espera ter um aumento, mas não quer mudar sua forma de trabalhar, dando mais dinamismo a sua capacidade, porque acha que  o patrão não paga bem.  A garçon ou a garçonete, não trata melhor os clientes, porque não são seus e o que ganha os deixa aborrecidos.  O mecânico não executa seu trabalho devidamente porque espera melhorar sua oficina no ano que vem. E com isto vamos esquecendo de que é preciso melhorar para merecer.

Vejamos por exemplo um jogador de futebol, que começa ganhando ninharia até que prova ser eficientemente bom para não somente fazer gols como saber dar os passes necessários para a vitória do time.

Se entendermos este exemplo na íntegra,

Começaremos a partir de hoje a melhorar nosso desempenho diario, não somente no trabalho, como para com os amigos, e a familia do qual esquecemos com muita facilidade.

Se todos chegarmos a  entender que para crescer temos que mostrar que somos bons no que fazemos e que sabemos produzir mais do que é esperado de nós, a lei universal criada por Deus começa a trabalhar em prol de nossos propósitos.

Não espere chegar o final do ano para fazer promessas que serão repetidas no ano vindouro. Comece sua mudança para o futuro que voce sonhou e continua sonhando. Mas!… comece!… Agora.

 

 

Jimmy Albuquerque

Tuesday, October 27th, 2009 | Author:

CONCEPÇÃO DE PERDÃO

Como as interpretações errôneas nos leva pelos caminhos mais diferentes distanciando-nos do propósito divino e de nosso próprio!

Reclamamos da vida, muitas das vezes, culpando nosso destino, as circunstâncias, as pessoas e as más sortes que nos acompanham. Não obstante, deveríamos saber e lembrar que, o destino e a circunstância, nós criamos, as pessoas, nós ensinamos a nos tratar, e a má sorte é consequência dos caminhos escolhidos nossos pensamentos e nossas atitudes.

Erramos, quando em momentos difícies, que possam nos irritar, normalmente nos descontrolamos, tendo atitudes que não codizem com a realidade, pois não resolverão os problemas e, muitas das vêzes criarão mais situações difícieis, que podem levar-nos a cometer êrros altamente nocivos aos outros e a nós próprios; É quando criamos nossas próprias realidades errôneas. E, passamos a viver essas realidades, pensando sempre que estamos certos.

Embora tenhamos tido uma boa educação, ensinamentos familiares ou escolares nossas atitudes quando frente a situações difíceis, esquecemos tudo que aprendemos e agimos como se nada disso nos houvesse sido ensinado; Neste momento deveríamos entender certos aspectos da vida para vivermos melhor.

Vejamos por exemplo uma atitude errônea: Uma pessoa que se esconde atravéz do nome de Jesus e comete erros constantes, colocando-se na posição de que segundo seus ensinamentos religiosos, basta arrepender-se para se estar salvo.

O que ocorre normalmente é que essas pessoas não irão arrepender-se de seus êrros, pois criarão as realidades que viverão, pensando sempre que estão certas e de que não erraram. Vão deixando passar o tempo até que se esqueçem do que fizeram, e quando não esquecem, lembrarão sempre que fizeram o tinham que fazer, pois pensam que estavam certas, sempre auto justificando-se para considerar-se perdoados.

Essa concepção de perdão para muitos, de que se cometermos um êrro e nos arrependermos já estamos perdoados, nos leva a esquecer que, quando esse êrro criou dano para alguém, deve-se tentar repará-lo para que possamos realmente obter o perdão.

Deus não vai esquecer que foi nossa, a intenção de errar, e criar danos aos outros, simplesmente, baseados nas realidades que criamos, tentando nos justificar perante Deus, o pecado é maior.

Jimmy Albuquerque